Soldado americano vai às compras em Bagdá e leva tiro no pescoço

Testemunhas iraquianas disseram que um soldado americano levou um tiro pescoço enquanto comprava vídeos e Cds em uma loja no noroeste de Bagdá. Um vendedor da loja, Ammar Saad, disse que o disparo que atingiu o militar foi dado a curta distância e que o atacante fugiu em meio à multidão que lotava um mercado nas proximidades. O estado da vítima é ?crítico?, informou o porta-voz militar americano, major Sean Gibson.Em outro episódio de violência, um menino iraquiano de 11 anos foi morto a tiros no telhado de sua casa por soldados dos EUA. Gibson disse que os soldados viram uma pessoa carregando um fuzil AK-47 no telhado e atiraram, sem perceber que se tratava de um menor.Ao mesmo tempo, autoridades americanas começaram a interrogar seis supeitos detidos em conexão com o desaparecimento de dois soldados americano, disse outro porta-voz militarl o sargento Patrick Compton, e as buscas pelos seqüestrados prosseguem.Em Washington, o Senado confirmou nesta sexta-feira o nome do general do Exército John Abizaid para substituir o general Tommy Franks na chefia do Comando Central das forças dos EUA no Iraque e Afeganistão. Com essa decisão, Abizaid, filho de imigrantes libaneses e fluente na língua árabe, torna-se o número dois no Comando Central americano, responsável pelas operações bélicas desde o Chifre da África até a Ásia Central.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.