Soldado da coalizão morre em combate no Afeganistão

Um soldado da coalizão liderada pelosEstados Unidos morreu e outro foi ferido num combate com rebeldes extremistas na província de Kunar, no leste do Afeganistão, informouum comunicado do comando militar americano. Na quinta-feira, um grupo de supostos rebeldes talebans atacou uma patrulha da coalizão, que respondeu ao fogo. O soldado, cuja identidade não foi revelada, morreu na hora. Seu companheiro, que foi ferido, foi levado a um centro médico da forçamultinacional e sua situação é estável, afirma a nota. Também na quinta-feira, as tropas da coalizão mataram 12 policiais afegãos por engano. Um bombardeio aéreo atingiu os dois veículos em que os agentes patrulhavam a região de Torwa, naprovíncia Paktika, perto da fronteira com o Paquistão. O comando americano emitiu outro comunicado dizendo que os veículos destruídos eram de supostos rebeldes que tinham enfrentadoa coalizão e informando que abriu uma investigação sobre o caso. O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, exigiu imediatamente umaapuração das responsabilidades. "Tenho dito repetidamente às forças da coalizão que tenham o máximo de precaução nas suas operações. Este tipo de incidente nãopode se repetir", declarou Karzai.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.