Soldado da Isaf e 17 insurgentes morrem no Afeganistão

Dezessete supostos insurgentes e um soldado da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), com mandato da ONU, morreram durante enfrentamentos ocorridos nas últimas 24 horas no Afeganistão, segundo informou neste domingo o escritório de imprensa militar em comunicado.O mais sangrento dos incidentes aconteceu na noite deste sábado, quando um grupo de insurgentes colocou uma bomba de fabricação caseira em uma estrada próxima à base militar da Isaf no centro da província de Uruzgan (sul do país).Após serem descobertos pelos militares, aconteceu uma troca de tiros e posteriormente as forças aéreas chegaram ao local e "lançaram duas bombas pequenas sobre as posições insurgentes"."A avaliação de danos mostrou que as tropas de terra e ar da Isaf mataram 17 insurgentes e destruíram cinco de seus veículos", afirma a nota, que acrescenta que "a Isaf não sofreu nenhuma baixa".O porta-voz desta força multinacional, Luke Knittig, afirma no escrito que na noite de sábado as "tropas desbarataram uma tentativa covarde dos insurgentes de matar civis e soldados colocando uma bomba em uma estrada muito movimentada".Para o porta-voz, "a resposta decisiva das tropas eliminou uma ameaça imediata".Em um incidente separado, ocorrido no sábado na província de Jost, no leste do Afeganistão, um solado da coalizão morreu e outro ficou ferido em dois incidentes separados, registrados em uma "Base de Fogo" nas proximidades da província paquistanesa.Até o momento, não foram informadas as identidades ou as nacionalidades dos dois soldados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.