Soldado da ONU mata 3 colegas e se suicida no Sudão

Um soldado da força internacional da ONU na região sudanesa de Darfur matou três colegas e cometeu suicídio em seguida, disse a força na sexta-feira.

Reuters

21 de dezembro de 2012 | 20h47

O incidente ocorreu na quinta-feira em um quartel da força internacional, conhecida pela sigla Unamid, na localidade de Mukjar, em Darfur Ocidental, disse a porta-voz Aicha Elbarsi, acrescentando que outro soldado ficou ferido.

A força da ONU e da União Africana havia informado inicialmente que o soldado matara quatro colegas. "A missão está atualmente investigando as circunstâncias que cercam o incidente", disse Elbasri, sem entrar em detalhes.

Apesar da presença da maior força de paz do mundo, os combates entre as Forças Armadas sudanesas e os rebeldes continuam desde que o conflito surgiu, em 2003, junto com o banditismo e confrontos tribais.

(Reportagem de Ulf Laessing)

Tudo o que sabemos sobre:
ONUSUDAOSUICIDIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.