Soldado inglês é indenizado por estresse pós-traumático

Um soldado britânico em serviço no Iraque foi indenizado com 375 mil libras (543.750 euros) pelo estresse sofrido após assistir um acidente com um companheiro de trabalho, confirmou nesta sexta-feira o Ministério da Defesa britânico. O soldado, cuja identidade não foi divulgada, testemunhou outro militar perder um braço quando um míssil antitanque falhou em abril de 2003, apesar de o fato não ter ocorrido durante uma situação de combate com o inimigo, segundo a Defesa. Estima-se que esta seja a primeira compensação por estresse pós-traumático em relação ao conflito do Iraque. Ao confirmar o valor da indenização, o Ministério da Defesa britânico disse que é responsável pela situação, uma vez que a arma não funcionou corretamente e o acidente ocorreu em "situação de não combate".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.