Soldado norte-coreano mata oficiais e deserta

Um soldado norte-coreano matou ontem dois de seus oficiais e desertou para a Coreia do Sul através da fortemente guardada fronteira entre os dois países. A inusual fuga pela fronteira fez com que as tropas sul-coreanas aumentassem imediatamente a patrulha na Zona Desmilitarizada. Segundo funcionários sul-coreanos, o militar disparou contra seus comandantes de pelotão e usou um megafone para informar aos guardas fronteiriços do país vizinho sua intenção de desertar. O motivo da fuga ainda não estava claro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.