Soldado palestino é morto próximo a Basílica da Natividade

Israelenses mataram a tiros, na madrugada desta segunda-feira, um policial palestino que tentava apagar um incêndio próximo a Basílica da Natividade, em Belém. Jaled Abu Siam, de 26 anos, que era um dos mais de 200 palestinos refugiados desde terça-feira na Basílica, saiu para apagar um incêndio em um prédio ao lado da Basílica, causado por disparos israelenses, quando foi atingido. Dentro da Basílica estão militantes palestinos, policiais da Autoridade Palestina, 70 religiosos e o governador local. A igreja é atualmente um dos principais pontos nervosos da guerra entre palestinos e israelenses. O Exército de Israel tem a igreja cercada por atiradores de elite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.