Soldado pega perpétua por crimes no Iraque

A Justiça dos EUA condenou ontem o ex-soldado Steven Green a cinco penas de prisão perpétua por estupro e assassinatos cometidos em 2006, enquanto servia no Iraque. Green estuprou uma jovem de 14 anos em Bagdá e, em seguida, matou a garota e a família dela. Ele foi o primeiro ex-soldado a ser julgado pelas leis americanas por crimes cometidos no exterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.