Soldado russo drogado mata oito recrutas e fere três

Um soldado russo sob a influência de narcóticos abriu fogo contra seus colegas, matando oito recrutas e ferindo outros três, no mais recente de uma série de incidentes similares dentro dos quadros do desmoralizado Exército da Rússia. O soldado, identificado como Denis Solovyov, entrou armado com um fuzil Kalashnikov numa barraca onde seus 11 colegas descansavam, nas proximidades da fronteira entre Rússia e Geórgia, nas montanhas do Cáucaso.Algumas vítimas morreram na hora. Outras chegaram a ser socorridas, mas faleceram após serem internadas num hospital próximo. Solovyov foi detido imediatamente. O tenente coronel Yuri Kolodkin, um oficial do Ministério de Situações Emergenciais na região, disse que investigações preliminares indicam que Solovyov estava drogado. Sob condição de anonimato, fontes ligadas aos caso disseram que o soldado ingeriu cogumelos alucinógenos - fartamente encontrados naquela área - pouco antes do crime.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.