Soldados britânicos enfrentam acusações de abuso no Iraque

Militares podem ser processados por crimes de guerra por abusarem de presos iraquianos

Reuters

10 de novembro de 2010 | 03h41

LONDRES - Três soldados britânicos passam por investigação após alegações de abusar de presos iraquianos, disse o Ministério da Defesa nesta quarta-feira, 10.

Os soldados foram encaminhadas para um promotor militar no último mês e pode enfrentar acusações de crimes de guerra, disse a porta-voz do ministério, evitando dar detalhes sobre as acusações de abuso que provocaram a investigação.

"Nos tivemos o conhecimento disso e quando estas alegações forem provadas, eles serão julgados por crimes de guerra", respondeu o ministério por um e-mail oficial. "Por isso que nós criamos a Equipe de Histórico de Alegações no Iraque para investigar completamente todas as alegações.

Os britânicos, principais aliados dos Estados Unidos, desde 2003, lideraram com os norte-americanos a invasão do Iraque, eles retiraram suas tropas do país em 2009.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.