Soldados búlgaros desistem de ir para o Iraque

Sessenta e dois soldados búlgaros pediram baixa de uma unidade do Exército a caminho do Iraque, depois que ataques terroristas no mês passado mataram cinco de seus colegas no país árabe, informou uma autoridade. Os 62 faziam parte de um batalhão de infantaria de 500 integrantes que começará a partir para o Iraque nesta quinta-feira. Os desistentes serão substituídos por cerca de 140 voluntários que se apresentaram para servir no Iraque, disse o comandante do Estado-Maior, general Nikola Kolev. O batalhão irá substituir os 480 soldados búlgaros que estão servindo no Iraque desde 28 de agosto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.