Soldados da Otan morrem após várias explosões no Afeganistão

Em 2012, 165 militares estrangeiros morreram no Afeganistão, afirma portal icasualties.

Efe,

27 Maio 2012 | 06h23

CABUL - Quatro soldados da missão da Otan no Afeganistão (Isaf) morreram vítimas da detonação de vários artefatos explosivos em diferentes pontos do sul do país, informou neste domingo, 27, a organização em comunicado.

 

A Isaf não deu mais detalhes do sucedido e se limitou a assinalar que as autoridades nacionais serão as encarregadas de divulgar as identidades dos soldados mortos, como é habitual.

 

O leste e o sul do Afeganistão são as áreas que contam com mais influência dos insurgentes talibãs, que lutam por derrubar o Governo afegão e conseguir a saída imediata das tropas internacionais posicionadas no país.

 

Neste ano 165 soldados estrangeiros morreram no Afeganistão, segundo dados do portal independente icasualties.

Mais conteúdo sobre:
Otan guerra bombardeio soldados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.