Soldados de Israel entram em Gaza e matam nove

As forças de Israelmataram nove palestinos e um soldado israelense foi morto atiros neste domingo durante incursões militares na Cisjordânia eFaixa de Gaza. A operação militar, iniciada no sábado à noite, não conseguiuevitar o disparo de um foguete artesanal Qassam na cidade deSderot (sul de Israel), que não deixou vítimas nem danosmateriais. O grupo armado islâmico Hamas é, geralmente, oresponsável por este tipo de ataque, lançado do sul da Faixa deGaza. Com as morte de hoje, subiu para 42 o número de palestinosmortos esta semana, a maioria durante as incursões do Exércitode Israel a Gaza. Colunas de blindados israelenses, apoiados por helicópterosartilhados, entraram na cidade de Beit Hanoun, norte da Faixa deGaza, nas primeiras horas de hoje, destruindo as casas de seismilitantes islâmicos e arrasando estradas. Fontes em Gaza disseram que seis palestinos foram mortos emBeit Hanoun, incluindo quatro atiradores e membros das forças desegurança palestinas, e 28 outros ficaram feridos. Um palestino,armado com um fuzil AK-47 e granadas de mão, foi morto quandotentava entrar no assentamento judaico de Netzarim, no centro deGaza. No campo de refugiados de Khan Younis, sul de Gaza, umatirador palestino atacou uma base militar de Israel e matou umsoldado israelense. O atirador palestino foi morto pelas tropasde Israel, que mais tarde mataram um jovem palestino de 15 anosem um playground em Khan Younis. Fontes militares disseram que as tropas haviam respondido adisparos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.