Soldados do Sri Lanka matam 3 rebeldes no norte do país

Tigres de Libertação Tâmil lutam por um estado independente desde 1983

Agencia Estado

19 Junho 2007 | 11h05

Soldados mataram três rebeldes e apreenderam suas armas no norte do Sri Lanka, informa um oficial militar nesta quinta-feira, 14. As tropas do Exército em uma operação de busca no norte da península de Jaffna atiraram em supostos rebeldes dos Tigres de Libertação Tâmil na quarta-feira, informou o porta-voz militar Brig. Prasad Samarasinghe. Soldados acharam granadas de mão, 10 kilogramas de mina e armas com os corpos. Até o momento, os rebeldes não se manifestaram. Durante o dia, na mesma região, tropas acharam uma pequena mina e mais duas granadas de mão em uma parada de ônibus, disseram os oficiais. Em Colombo, as autoridades removeram uma bomba que não explodiu. O explosivo estava em uma mochila de criança próximo a uma estação de trem da capital. Ninguém ficou ferido. Mais de 70 mil pessoas morreram desde 1983 no Sri Lanka, quando os rebeldes iniciaram sua luta pela criação de um Estado tâmil independente. A minoria tâmil - que aos poucos foi afastada da política, economia e instituições sociais pela maioria cingalesa após a independência do Sri Lanka do Império Britânico, em 1948 - controla 40% do norte e da área costeira do leste.

Mais conteúdo sobre:
Sri Lanka tâmil

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.