Soldados dos EUA chegam a Israel para manobras

Centenas de soldados americanos chegaram a Israel nos últimos dias para realizar manobras conjuntas, disseram funcionários nesta terça-feira, em meio a preparativos para um estado de alerta máximo diante de um possível ataque dos EUA ao Iraque. Israel está se preparando para a eventualidade de Saddam Hussein lançar mísseis contra seu território se os EUA lançarem uma ofensiva militar contra o Iraque. Durante a guerra do Golfo Pérsico, em 1991, o Iraque lançou 39 mísseis Scud contra Israel,causando grandes danos mas poucas baixas. Na quarta-feira, Israel entrará em estado de máxima preparação, denominado "Granizo Vermelho", disse a imprensa local. Zalman Shoval, assessor do primeiro-ministro Ariel Sharon, confirmou que o país se prepara para enfrentar as conseqüências de uma nova guerra no Golfo Pérsico, embora tenha dito que as manobras foram planejadas com muita antecedência e que ignora se haverá um ataque contra o Iraque, ou quando este ocorrerá. Israel deve preparar-se para qualquer eventualidade, indicou. "Estas coisas levam tempo. Os oficiais do Exército estão trabalhando de acordo com um cronograma pré-estabelecido". Os soldados americanos, que trouxeram com eles baterias antimísseis Patriot, participarão de manobras de guerra empermanecerão em Israel até o fim de uma possível guerra, disseram funcionários das Forças Armadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.