Soldados dos EUA desaparecem no Afeganistão

Dois militares norte-americanos desapareceram no oeste do Afeganistão, após uma missão de rotina para reabastecimento. Mais de 25 soldados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e afegãos foram feridos durante uma missão de busca pela dupla, informou hoje a aliança.

AE-AP, Agencia Estado

06 Novembro 2009 | 19h41

Funcionários indicaram que é improvável que os dois sejam reféns. O quartel-general das forças da Otan no Afeganistão afirmou que os dois paraquedistas desapareceram anteontem.

Durante a operação de busca para localizá-los, mais de 25 membros das forças de segurança da Otan e afegãs ficaram feridos em combates com os insurgentes, segundo um porta-voz da Otan.

A polícia local informou que os dois militares foram levados pela correnteza de um rio, na província oeste de Badghis. A Otan não explicou como o incidente ocorreu nem forneceu detalhes sobre a missão. Militares que pediram anonimato disseram não suspeitar de sequestro.

Em outro caso, a Otan informou que dois norte-americanos foram mortos ontem por um ataque com uma bomba colocada à beira de uma estrada no sul afegão. O comunicado não forneceu outros detalhes.

Mais conteúdo sobre:
Afeganistão EUA soldados desaparecidos Otan

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.