Soldados dos EUA e rebeldes iraquianos se enfrentam em Fallujah

Soldados norte-americanos enfrentam nesta terça-feira rebeldes iraquianos nas proximidades de Fallujah, que foi cercada por marines e tropas iraquianas há 24 horas, como parte de uma operação para desmobilizar esse pólo de resistência. Até o momento não há notícia sobre mortos ou feridos, mas testemunhas comentam ouvir explosões e tiros. Em Ramadi, outro forte centro de resistência, um iraquiano morreu durante confronto entre as forças norte-americanas e rebeldes, ocorrido no centro da cidade. Em Bagdá, três soldados norte-americanos morreram entre ontem e hoje, em enfrentamentos. Também ontem, quatro marines morreram em ação inimiga na província de Anbar. Houve violência ontem também na região de concentração xiita, onde dois dias de protestos por radicais que apóiam do clérigo Moqtada al-Sadr já deixaram mais de 50 mortos. O clérigo, que estava escondido nesses dois dias dentro de uma mesquita no sul de Bagdá, anunciou hoje que abandonou o local, mas não informou para onde foi. Ontem, cerca de 15 pessoas morreram em confrontos em Nasirya, região xiita. As informações são da Dow Jones e agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.