Soldados dos EUA morrem em explosões no Afeganistão

Cinco soldados norte-americanos morreram hoje durante explosões de bombas no sul do Afeganistão, onde forças internacionais intensificaram a luta contra o taleban, informou a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Quatro das vítimas foram mortas em apenas uma explosão, disse a Otan em comunicado. O outro soldado morreu em um ataque separado no sul.

AE/AP, Agência Estado

24 de julho de 2010 | 08h56

Com essas mortes, sobe para 75 o número de solados estrangeiros que morreram no Afeganistão neste mês, grupo no qual se incluem 56 norte-americanos. A força liderada pelos EUA está intensificando as operações contra o taleban na esperança de permitir que o governo do país expanda seu controle sobre a região. O aumento do número de baixas, no entanto, está corroendo o apoio à guerra, ainda que o presidente norte-americano, Barack Obama, tenha enviado milhares de reforços para tentar conter o taleban.

Também hoje, o Ministério do Interior afegão informou que cinco civis do país foram mortos por uma bomba no distrito de Chora, na província de Uruzgan. O Afeganistão deverá promover eleições parlamentares nacionais no dia 18 de setembro apesar de temores de que elas possam provocar um aumento do número de ataques talebans. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoataqueEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.