Soldados e policiais morrem em atentados no Iraque

Pelo menos cinco iraquianos - dois soldados e três policiais - morreram hoje em dois atentados cometidos no norte do país, informaram fontes policiais. As fontes explicaram que homens armados mataram três policiais que viajavam da localidade de Tal Afar para seu local de trabalho, uma delegacia em Mossul, 420 quilômetros ao norte de Bagdá. Em outro atentado, um grupo de rebeldes armados disparou de um carro contra dois soldados iraquianos no centro de Beiji, 205 quilômetros ao norte de Bagdá. Americanos Em comunicado, o comando militar americano informou que um de seus soldados morreu hoje na explosão de uma bomba em uma estrada no leste de Bagdá, o que aumenta para três o número de agentes dos EUA mortos nas últimas 24 horas. De acordo com a nota, o soldado, participava de uma operação militar, morreu em decorrência dos ferimentos causados pela explosão de uma bomba na passagem de seu veículo. O Exército dos EUA anunciou anteriormente que outros dois soldados morreram em um atentado dos rebeldes no sul de Bagdá. Com as novas mortes, aumenta para mais de 2.340 o número de soldados americanos que perderam a vida desde que começou, em abril de 2003, a invasão e posterior ocupação do Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.