Soldados entram em confronto com manifestantes na Tailândia

Carreata foi parada por cordão de isolamento; um policial teria sido baleado por colega.

BBC Brasil, BBC

28 de abril de 2010 | 14h03

Pelo menos 18 pessoas ficaram feridas nesta quarta-feira na capital da Tailândia, Bangcoc, em confrontos envolvendo soldados e manifestantes contrários ao governo, chamados de "camisas vermelhas".

Em cerca de dois mil carros e motos, os oposicionistas se dirigiam a um comício para pedir eleições antecipadas, mas o governo montou um cordão de isolamento com cerca de 450 soldados no meio do caminho.

Durante os choques, militares realizaram disparos. Eles alegaram que foram atacados primeiro pelos oposicionistas que participavam da carreata.

Um soldado teria morrido durante os choques, baleado por um colega.

Milhares de camisas vermelhas ocupam o centro de Bangcoc há semanas.

Muitos defendem a volta do ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, deposto em 2006, e consideram ilegítimo o atual ocupante do cargo, Abhisit Vejjajiva.

Ainda nesta quarta-feira, o Tribunal Constitucional aceitou estudar uma recomendação da Comissão Eleitoral tailandesa sobre a dissolução do partido Democrata, do primeiro-ministro Abhisit, por suposto mau uso de verbas públicas.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
tailândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.