Soldados feridos no ataque a helicóptero estão na Alemanha

Dezesseis soldados que sobreviveram ao ataque, ontem, ao helicóptero dos EUA no Iraque, foram levados a um hospital médico americano na Alemanha. Onze estão em estado crítico, na unidade de tratamento intensivo do Ladsthuhl Regional Medical Center, no oeste do país, segundo informou, hoje a coronel Rhonda Cornum, comandante do hospital. Cinco outros, menos feridos, estão nas alas de atendimento cirúrgico ? a maioria têm cabeças e ossos quebrados.?A atual condição médica dos que estão em tratamento intensivo ainda está sendo avaliada?, disse a comandante, ?mas todos estão estáveis.? Segundo ela, é muito cedo para saber ser receberam ferimentos não originários da queda do helicóptero, como, por exemplo, de um míssil.Testemunhas de terra, no Iraque, disseram ter visto rebeldes escondidos em um pomar atirar mísseis contra o helicóptero Chinook, que levava militares para uma folga fora do Iraque. Dezesseis morreram e 20 ficaram feridos.Os 15 homens e uma mulher que chegaram hoje cedo a Base Aérea de Ramstein, a bordo de um avião de transporte C-17, - um décimo sétimo deve chegar amanhã - são os últimos de uma leva de pacientes que o hospital tem cuidado desde que começaram os combates no Iraque, em março.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.