Soldados ficam feridos em ataque a base americana

Os atacantes não identificados que abriram fogo contra a principal base dos EUA no sul do Afeganistão aparentemente estavam bem organizados e conseguiram penetrar até 50 metros dentro das posições norte-americanas, afirmou o porta-voz do exército, major A. C. Roper.Dois soldados norte-americanos ficaram levemente feridosquando os intrusos abriram fogo nesta quarta-feira contra a base dos EUA, informou Roper. Hoje à tarde, tropas norte-americanas lançaram sinais luminosos depois de terem avistado um veículo com três passageiros a cerca de 1,5 quilômetro ao sudoeste do aeroporto de Kandahar, onde está localizada a base. Duas outras pessoas foram vistas próximas ao veículo."Os sinais luminosos foram lançados para que tivéssemos uma melhor idéia do que estava acontecendo", afirmou Roper. "Ninguém foi detido e não houve tiros. Não posso dizer se há alguma conexão entre o veículo visto hoje e o incidente de ontem (quarta-feira)".No incidente de ontem, tropas norte-americanas responderam o fogo dos atacantes com rajadas de metralhadoras e um helicóptero fora enviado para caçar os inimigos. Um soldado ficou levemente ferido na não e um outro levou uma bala de raspão no pescoço.A base abriga mais de 4.100 soldados e prisioneiros da redeterrorista Al-Qaeda e do ex-regime afegão do Taleban.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.