Soldados indonésios matam turista alemão em Aceh

Soldados indonésios mataram nesta quarta-feira um turista alemão e feriram outro em Lhok Gaya, no oeste de Aceh, a 1.700 km de Jacarta. Segundo o porta-voz das operações militares, tenente Ahmad Yani Basuki, os turistas alemães foram confundidos com rebeldes do Movimento Aceh Livre (GAM). Luther Hendrik Albert, de 54 anos, morreu e Elisabeth Margaret, de 49 anos, foi baleada na perna e levada para um hospital militar em Meulaboh.Basuki disse que o Exército recebeu uma ligação de um morador afirmando que pessoas suspeitas rondavam sua casa. Soldados foram enviados para o local para investigar e acabaram atirando nos turistas depois de os advertir com tiros para o alto. O governo prometeu investigar com rigor o incidente. Desde 19 de maio, o governo da Indonésia decretou lei marcial em Aceh, região rica em petróleo, situada no extremo norte de ilha Sumatra, onde os guerrilheiros o GAM lutam, há 27 anos, pela criação de um Estado islâmico independente.O ministro do Bem-Estar indonésio, Jusuf Kalla, disse que o incidente poderá atrapalhar o país em conquistar apoio internacional para o ofensiva militar em Aceh.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.