Soldados israelenses começam a votar a partir de hoje

Os soldados e oficiais do Exército israelense começam a votar a partir de hoje em uma tentativa da Comissão Eleitoral de encorajar a participação nas urnas militares e dispor de força máxima durante o dia das eleições. "O Exército antecipou o processo eleitoral para que não haja nem um só soldado que se veja impedido de exercer o voto", disse o coronel Yossi Sulenik, em declarações ao jornal Yediot Aharonot. Sulenik é o oficial encarregado do processo eleitoral no Exército e sua relação com a Comissão Central Eleitoral. Por motivos de segurança, o Exército não divulga o seu número de eleitores.

Agencia Estado,

26 Março 2006 | 05h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.