Soldados israelenses matam mulher em campo de refugiados

Soldados israelenses envolvidos na destruição de casas num campo de refugiados na fronteira entre a Faixa de Gaza e o Egito mataram a tiros uma mulher e feriram gravemente uma criança, disseram moradores. Os soldados ocuparam o campo de refugiados de Rafa e destruíram cinco outros imóveis nesta quarta-feira, depois das 25 casa demolidas ontem.Segundo os militares, a missão é destruir um túnel usado por palestinos para contrabandear armas a partir do Egito. O campo de Rafa é cortado pela fronteira entre os dois países.Durante a operação de hoje, Mona Ismail, de 31 anos, uma mulher que se encontrava nas proximidades de um tiroteio entre israelenses e palestinos, foi morta, baleada na cabeça. A irmã de Mona e um menino de 13 anos também foram atingidos. Além disso, um garoto de 11 anos foi gravemente ferido quando soldados abriram fogo de metralhadora para dar cobertura às escavadeiras envolvidas na demolição de casas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.