Soldados matam 33 beduínos em confrontos no Iêmen

Pelo menos 33 beduínos foram mortos por soldados iemenitas em confrontos que aconteceram na noite de segunda-feira e madrugada desta terça-feira, na localidade de Arhab, ao noroeste da capital Sanaa, disse hoje uma fonte tribal. Os soldados da Guarda Republicana, leais ao presidente Ali Abdullah Saleh, atacaram os beduínos em seus vilarejos após trocas de tiros perto da área que é considerada o portão noroeste de Sanaa. O número de mortos foi confirmado mais tarde por médicos de Sanaa.

AE, Agência Estado

16 de agosto de 2011 | 17h20

As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IêmenSalehpolíticarevolta árabe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.