Soldados russos matam 25 rebeldes chechenos

As forças armadas russas anunciaram ter matado 25 rebeldes chechenos nas últimas 24 horas, logo após o início das ações militares na república separatista, em represália ao seqüestro, por um comando checheno, de um teatro de Moscou. Ontem, a guerrilha derrubou um helicóptero militar russo, matando nove soldados, pouco depois de o ministro da Defesa, Sergei Ivanov, ter anunciado início das operações militares na Chechênia para evitar eventuais ações suicidas por parte dos rebeldes. O comandante militar da guerrilha, Shamil Basayev, anunciou dias atrás que renunciará a seu cargo. Ele assumiu a responsabilidade pelo seqüestro no Teatro Dubrovka, em Moscou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.