Somem papéis de processo contra vice argentino

Desapareceram de um organismo interno da Justiça argentina três documentos-chave do processo que investiga denúncias de envolvimento em ato de corrupção por parte do vice-presidente de Cristina Kirchner, Amado Boudou. Segundo o jornal "La Nación", os expedientes desapareceram da Inspeção Geral de Justiça (IGJ) semanas depois que o escândalo estourou, no início do ano, e foi denominado caso "ex-Ciccone", uma empresas que imprime papel-moeda para o Banco Central.

O Estado de S.Paulo

25 de dezembro de 2012 | 02h02

A empresa estava em processo de falência e foi vendida para um fundo liderado por um amigo de Boudou, Alejandro Vandenbroele, que seria testa de ferro do vice-presidente, segundo as denúncias.

O "La Nación" publicou cópias das resoluções da IGJ que ordenam a busca dos documentos mencionados e a reconstrução dos expedientes. O extravio diz respeito a documentos da Ciccone Calcográfica / M.G.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.