Sonia Gandhi confirma que não ocupará posto de premier

A líder do Partido do Congresso da Índia, Sonia Gandhi, confirmou que não se tornará primeira-ministra do país, contrariando as expectativas e surpreendendo seus aliados e a Nação. "O posto de primeiro-ministro não é meu desejo", disse no Parlamento a membros do Partido do Congresso. "Sempre estive certa de que se algum dia me encontrasse na posição que estou hoje, seguiria minha voz interior. Humildemente recuso o posto", afirmou. Sonia Gandhi acrescentou que o principal desafio é formar um governo estável. Representantes do Partido do Congresso e aliados gritaram e pediram que mudasse de idéia. Ela interrompeu várias vezes seu discurso para pedir silêncio aos presentes. "Peço que aceitem minha decisão", disse, acrescentado ser irreversível. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.