"Sou uma pomba que tenta afastar os falcões", diz Peres

"Não me sinto como uma pomba que está sendo caçada por alguém - pelo contrário, eu me sinto como a pomba que está tentando afastar os falcões", disse o chanceler israelense, Shimon Peres, que hoje voltou a falar sobre suas relações com o primeiro-ministro Ariel Sharon antes de deixar Roma para regressar a Tel Aviv."Habitualmente - disse Peres perante as câmeras da Telepace, o canal de televisão do Vaticano - o falcão persegue a pomba, nunca se viu uma pomba perseguir um falcão".Peres explicou que se sente assim porque, segundo ele, não há outra solução além da paz. "Estou no governo não porque tenha me distanciado de meus compromissos anteriores - e Sharon também sabe disso -, mas sim para colocá-los em prática", disse. Tento fazer o melhor possível no dia a dia e, apesar de termos perdido as eleições, estamos mantendo aberto o caminho para a paz".Peres respondeu a uma pergunta relacionada com as preocupações do mundo católico e cristão sobre a construção de uma mesquita junto à Basílica da Anunciação em Nazaré."Temos profunda consciência - disse Peres - das preocupações dos cristãos (a esse respeito) e estamos tentando buscar uma maneira de não ofender sua posição. Adiamos a construção para buscar um acordo ou uma alternativa: faremos tudo que for possível para não ferir os sentimentos do mundo cristão".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.