South African Airways apresenta seu primeiro piloto negro

A empresa aérea de bandeira sul-africana, a South African Airways, apressentou nesta segunda-feira seu primeiro comandante piloto de raça negra da história da companhia. Para sua estréia ontem como piloto, Mpho Mamashela, de 37 anos, com 10.000 horas de vôo, comandou um Boeing 737 na rota Johannesburgo-Durban e posterior retorno. "A South African Airways está muito orgulhosa de Mpho e tem absoluta confiança em sua capacidade como piloto", declarou hoje Andre Viljoen, presidente da companhia aérea. Desde 1994, ano das primeiras eleições com voto universal que transformaram a África do Sul em um país com democracia multirracial, a South African Aurways começou a instruir pilotos de raça negra. Mamashela, que trabalha na empresa aérea desde 1994, é o primeiro empregado a alcançar o nível de comandante. A promoção de Mamashela representa um passo adiante para a "nova África do Sul", onde, ainda durante décadas após a independência do país, os negros não tiveram direito a adquirir maior instrução nem galgar postos de trabalho de nível mais alto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.