Srebrenica marca 14 anos de massacre sepultando 534 vítimas

Corpos foram identificados recentemente; cerca de 3 mil dos 8 mil mortos seguem desconhecidos.

BBC Brasil, BBC

11 de julho de 2009 | 16h15

Os restos de 534 muçulmanos bósnios mortos no massacre de Srebrenica foram enterrados neste sábado, exatamente 14 anos depois da tragédia.

Os corpos haviam sido identificados recentemente.

Milhares de pessoas compareceram ao sepultamento neste sábado, no cemitério memorial de Potocari, nos arredores de Srebrenica.

O nome das vítimas foi lido em voz alta, enquanto caixões cobertos por panos verdes foram passados pelas mãos da multidão.

Haia

Cerca de 8 mil muçulmanos bósnios, em sua maioria homens e meninos, foram mortos por sérvios da Bósnia em 11 de julho de 1995, durante a Guerra da Bósnia.

Até hoje, cerca de 5 mil das vítimas foram identificadas.

A maioria dos corpos foi encontrada em valas comuns abertas pelos soldados sérvios depois de terem sido enterrados em outros locais, no que é visto como uma tentativa de encobrir um crime de guerra.

A Corte Internacional de Justiça de Haia, na Holanda, qualifica o massacre em Srebrenica como genocídio.

O tribunal atualmente está julgando o ex-líder político sérvio Radovan Karadzic por genocídio. Ele foi preso no ano passado, mas nega qualquer envolvimento em crimes de guerra.

Já o general Ratko Mladic, que comandava as tropas envolvidas no massacre, segue foragido, provavelmente na Sérvia.

O presidente sérvio, Boris Tadic, prometeu encontrá-lo e mandá-lo a Haia.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.