Sri Lanka fecha aeroporto após ataque aéreo rebelde

O governo do Sri Lanka fechou hoje o único aeroporto internacional da ilha e transferiu voos para a vizinha Índia. A medida foi tomada após rebeldes do Exército de Libertação dos Tigres do Tamil Eelam (LTTE) realizarem um ataque aéreo. Disparos dos rebeldes atingiram o principal prédio da Receita Federal na capital Colombo, na noite de hoje (horário local), segundo o porta-voz militar brigadeiro Udaya Nanayakkara. Não há informações sobre mortos.Os militares do Sri Lanka lançaram artilharia antiaérea contra dois aviões que seriam dos rebeldes tâmeis, afirmaram funcionários e testemunhas. De acordo com o porta-voz da Força Aérea Janaka Nanayakkara, uma das aeronaves foi abatida pela artilharia das forças oficiais. O fornecimento de energia elétrica em Colombo e em seus subúrbios foi interrompido.O LTTE luta desde 1983 por um território independente para a minoria tâmil, após décadas de marginalização pela maioria cingalesa. Mais de 70 mil pessoas já morreram no conflito. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.