Strauss-Kahn embarca em voo para a França

O ex-diretor-gerente do FMI Dominique Strauss-Kahn embarcou ontem para Paris. Ele deixou com a mulher e a filha o apartamento alugado em Nova York. Acusado de abusar sexualmente de uma camareira de hotel, ele foi preso em maio. Passou uma semana detido e seis em prisão domiciliar. As acusações contra ele foram retiradas semana retrasada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.