Straw dá ultimato a Teerã em reunião com ministro iraninano

O chanceler britânico Jack Straw disse nesta quarta-feira que a comunidade internacional deu ao Irã a "oportunidade final" de cumprir suas obrigações e suspender seu programa de enriquecimento de urânio. Straw reuniu-se hoje com o ministro do Exterior iraniano, Manouchehr Mottak. "O chanceler deixou claro que o Irã está diante de uma oportunidade que não deveria ser ignorada", relatou um funcionário do governo britânico que preferiu não ser identificado.Mottaki disse na terça-feira que o Irã irá cancelar a visita de inspetores da ONU à suas instalações nucleares caso o país seja reportado ao Conselho de Segurança (CS).Já o premiê britânico Tony Blair acrescentou que a comunidade internacional deve "mandar um sinal de força" ao Irã. "É importante que eles entendam que nós estamos determinados em não deixar que eles continuem desprezando suas obrigações internacionais", disse Blair na sessão semanal de perguntas e respostas da Casa dos Comuns. Em um reunião na noite da última segunda-feira, os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança (CS) da ONU concordaram que o Irã deve ser levado ao organismo, num movimento que pode levar a eventuais sanções.Os representantes das 35 nações que fazem parte do corpo de governadores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) se encontrarão amanhã em Viena, e devem decidir pelo envio do programa nuclear iraniano ao Conselho de Segurança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.