Christian Charisius/dpa via AP
Christian Charisius/dpa via AP

Suástica é desenterrada de campo de futebol na Alemanha

Direção de clube de Hamburgo acredita que símbolo tenha sido colocado no local nos anos 30

O Estado de S.Paulo

22 Novembro 2017 | 05h00

HAMBURGO - Os funcionários do Billstedt-Horn, um modesto clube de futebol de Hamburgo que disputa uma das ligas regionais da Alemanha, estavam escavando o gramado do centro de treinamento de Hein-Kling quando esbarraram com um pedaço de pedra. Cavaram um pouco mais e quase caíram para trás ao encontrar uma suástica de quatro por quatro metros enterrada a apenas 40 centímetros de profundidade.

Segundo a direção do clube, o símbolo, provavelmente, foi colocado no local nos anos 30. Joachim Schirmer, presidente do Billstedt-Horn, disse que o modesto estádio do clube foi construído sobre as fundações de um monumento nazista que foi destruído na década de 70. “A suástica é tão grande e pesada que será preciso usar uma britadeira para removê-la”, disse Schirmer.

De acordo com uma autoridade local, a secretaria de preservação de monumentos de Hamburgo já foi avisada e solicitou a retirada imediata da suástica, o que deve ocorrer nos próximos dias. A exibição de símbolos nazistas é proibida na Alemanha. “Ela precisa ser removida o mais rápido possível”, reclamou Schirmer, temendo que o estádio do Billstedt-Horn vire um ponto de peregrinação de fanáticos neonazistas. / AP

Mais conteúdo sobre:
Alemanha [Europa] futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.