Submarino nuclear russo afunda; nove marinheiros mortos

Um submarino nuclear russo que estava sendo levado para ser desmantelado afundou durante uma tempestade no Mar de Barents, causando a morte de nove dos dez tripulantes, em mais um golpe para o orgulho naval russo e aumentando a preocupação sobre os riscos ambientais apresentados pela frota nuclear em deterioração.Os dois reatores nucleares do submarino de 40 anos foram desligados antes que o K-159 afundasse, cerca de três milhas náuticas (5,5 km) a noroeste da Ilha Kildin, informa o almirante Viktor Kravchenko. Barcos de resgate chegaram ao local do acidente uma hora e meia depois, por volta das 5h30 desta madrugada (hora local).Um marinheiro foi resgatado, os corpos de dois mortos foram encontrados. Os outros sete membros da tripulação são dados como mortos. A temperatura da água no local era de 10º C, o que significa que uma pessoa, sem trajes especiais, poderia resistir à hipotermia por 45 minutos, disse um porta-voz da Marinha russa.Há três anos, o submarino nuclear Kursk afundou também no Mar de Barents, matando todos os 118 homens de sua tripulação, no maior desastre naval da história da Rússia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.