Submarinos russos exploram leito ártico

A Rússia fincou ontem simbolicamente sua pretensão a bilhões de dólares em reservas de petróleo e gás no Oceano Ártico, quando dois minissubmarinos exploraram o leito do mar a mais de de 4 mil metros na região do Pólo Norte. Os tripulantes fincaram uma bandeira russa de titânio na cordilheira submersa de Lomonosov, reivindicada pelo governo russo como extensão de seu território geológico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.