Michael Sohn/AP
Michael Sohn/AP

Sucesso de conversas com Putin está 'totalmente em aberto', diz Merkel

Com o apoio dos Estados Unidos, chanceler vai a Moscou em companhia do francês Hollande para um encontro com o russo

Estadão Conteúdo

06 de fevereiro de 2015 | 09h44

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse hoje que está "totalmente em aberto" se ela e o presidente da França, François Hollande, conseguirão fechar um acordo de cessar-fogo para o leste da Ucrânia em conversas que terão hoje com o presidente russo, Vladimir Putin.

Ontem, Merkel e Hollande fizeram uma viagem inesperada a Kiev para uma reunião de emergência com o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko. Nesta sexta-feira, os dois estarão em Moscou, com apoio dos EUA, para um encontro com Putin.

"Só podemos fazer o que está ao nosso alcance, as coisas estão em andamento", disse Merkel. Segundo a chanceler, o objetivo das visitas a Moscou e Kiev é negociar o fim da escalada da violência no leste ucraniano e garantir o cumprimento de princípios estabelecidos em setembro do ano passado pelas partes envolvidas, inclusive a Rússia, em Minsk, capital da Bielorrússia.

"Não sabemos se (fecharemos um acordo) hoje ou se mais conversas serão necessárias, não sabemos se (as conversas) serão longas ou curtas, ou se serão as últimas", disse Merkel, durante coletiva de imprensa em Berlim, antes de viajar a Moscou. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaMerkelPutin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.