Sucessor de Bin Laden teria morrido em bombardeio

O egípcio Mohammed Atef, apontado como braço direito do saudita Osama bin Laden, teria morrido em um dos ataques aéreos lançados pelos norte-americanos nos últimos dois dias, conforme informou uma fonte não identificada do governo dos Estados Unidos. "Ele era o especialista em questões militares desde o início da década de 90 e era apontado por muitos como o sucessor de Bin Laden", disse a fonte, destacando que havia evidências concretas de que Atef estaria morto. O egípcio teria morrido em um ataque a um local próximo a Cabul, capital do Afeganistão. Acredita-se que ele teria envolvimento nos ataques do dia 11 de setembro contra os EUA.Atef também é acusado de participação na explosão de embaixadas norte-americanas na África, em 1998. No início deste ano, uma de suas filhas de Atef se casou com um filho de bin Laden, evidenciando a ligação próxima do egípcio com o milionário saudita. A aparente morte do herdeiro de Bin Laden seria um árduo golpe para a rede terrorista Al-Qaeda, cujos membros estão sendo procurados por forças dos Estados Unidos e por opositores à milícia Taleban.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.