Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Sucessor de Zarqawi faz primeira manifestação pública

O novo líder da Al-Qaeda no Iraque clamou pela destruição dos "cruzados e xiitas", exigiu vingança pela morte de Abu Musab al-Zarqawi e disse que os "guerreiros santos" estão mais fortes do que nunca, de acordo a um documento publicado no site do grupo nesta terça-feira. Esta é a primeira manifestação pública do novo líder terrorista, que ainda avisou que "nos próximos dias horríveis retaliações" serão feitas.O documento foi divulgado um dia depois de o grupo anunciar que um homem identificado pelo codinome de Abu Hamza al-Muhajer seria o sucessor de Abu Masab al-Zarqawi na liderança do grupo.Zarqawi, que era jordaniano, morreu em um bombardeio americano na última quarta-feira em um esconderijo em Baquba, no norte de Bagdá."A vocês cruzados, o que acontecerá nos próximos dias é algo que fará com que os cabelos de suas crianças fiquem brancos. Serão batalhas que revelarão a falsidade de sua suposta bravura, a fraqueza de seus soldados e de suas mentiras", dizia o documento."Os guerreiros sagrados precisam fazer os inimigos sentirem o gosto amargo da derrota e da humilhação. Com a permissão de Deus, chegaremos a um momento decisivo", finalizava.Na mensagem, al-Muhajer também falou diretamente a Osama bin Laden, dizendo que a Al-Qaeda no Iraque está "esperando por seu sinal e estamos sob suas ordens".O documento identifica as tropas lideradas pelos EUA, xiitas e colaboradores sunitas como os principais alvos da Al-Qaeda no Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.