Sudão diz que ataque rebelde em Cartum foi reprimido

Rebeldes em Darfur entraram em conflitocom tropas sudanesas em subúrbio de Cartum no sábado em umatentativa de tomar o poder, mas o governo afirma que o ataquena capital foi derrotado. O barulho da artilharia foi ouvido em Omdurman, do outrolado do rio Nilo, vindo do coração de Cartum, capital do maiorpaís da África. Helicópteros e veículos blindados se dirigiam à região decombate e um toque de recolher foi declarado. "O principal objetivo desse ataque de sabotagem terroristafracassado era provocar a cobertura da mídia e deixar aspessoas pensarem que eles têm capacidade para entrar emCartum", disse Mandour al-Mahdi, secretário do Partido doCongresso Nacional à televisão estatal. "Graças a Deus essa tentativa foi completamente derrotada.Alguns comandantes da JEM foram mortos", disse ele,referindo-se ao grupo rebelde de Darfur Movimento Justiça eIgualdade (JEM, na sigla em inglês). Essa é a primeira vez que os conflitos chegaram à capitalem décadas de disputas entre o governo central em Cartum,tradicionalmente dominado por árabes, e os rebeldes de regiõesperiféricas que reclamam de negligência. O Sudão acusa o vizinho Chade de apoiar os rivais. A televisão estatal mostrou imagens de corpos e sangue nasruas. Os rebeldes disseram anteriormente ter tomado o controlede Omdurman e que tentavam derrubar o presidente Omar Hassanal-Bashir. (Reportagem adicional de Andrew Heavens em Cartum)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.