Andrea Campeanu / Reuters
Andrea Campeanu / Reuters

Sudão diz que Bashir planeja falar em cúpula da ONU em Nova York

NOVA YORK - O presidente sudanês, Omar Hassan al-Bashir, que foi indiciado pelo Tribunal Penal Internacional por crimes de guerra e acusações de genocídio, está planejando viajar a Nova York em setembro para discursar na Organização das Nações Unidas, disse o vice-embaixador do Sudão na ONU nesta segunda-feira.

O Estado de S. Paulo

03 de agosto de 2015 | 21h55

Uma agenda provisória de uma cúpula de desenvolvimento sustentável relaciona o chefe de Estado sudanês na programação de discursos em 26 de setembro. No encontro deve ser formalmente aprovado um plano para o desenvolvimento sustentável do mundo ao longo dos próximos 15 anos.

Uma agenda provisória para a reunião da Assembleia-Geral da ONU de líderes mundiais, que começa em 28 de setembro, somente diz que o Sudão será representado em nível ministerial.

O porta-voz do Ministério do Exterior do Sudão, Ali al-Sadiq, não comentou o assunto.

Bashir quis discursar na Assembleia-Geral da ONU em 2013, mas as autoridades sudanesas disseram que o seu pedido de visto dos Estados Unidos foi deixado pendente, impedindo o presidente de viajar. Washington descreveu o pedido de visto naquela época como "deplorável". / Reuters

Tudo o que sabemos sobre:
Sudão:BashirONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.