Sudão do Sul oferece tropas a Mogadíscio

O governo do recém-criado Sudão do Sul ofereceu ontem à União Africana tropas para dar apoio ao governo provisório da Somália. O bloco mantém cerca de 9 mil homens em território somali, mas diz que necessita de mais 20 mil soldados para conter a milícia islâmica Al-Shabab. "É nossa responsabilidade ajudar os somalis a obter a paz", disse à BBC o chanceler sul-sudanês, Deng Alor Kuol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.