Sudão está comprometido com a ONU, garante ministro

Um ministro sudanês disse que o governo de seu país está comprometido com uma resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas que estabelece prazo de 30 dias para que Cartum controle a situação em Darfur. Entretanto, ele alertou que o Exército do Sudão considera o período insuficiente.As declarações do ministro de Estado Najeib el-Kheir Abdul Wahab contradizem as declarações feitas um dia antes pelo ministro das Relações Exteriores do Sudão, Mustafa Osman Ismail, para quem o prazo imposto pelos autores da resolução é "ilógico".Entretanto, até o momento o governo sudanês não deu nenhuma resposta definitiva. Por enquanto, a declaração de Abdul Wahab é a mais próxima da aceitação do prazo feita por Cartum.A resolução da ONU dá ao Sudão 30 dias para desarmar as milícias árabes acusadas de matar milhares de pessoas, negros africanos em sua maioria. Caso Cartum não o faça, ficará à mercê de "ações" econômicas e diplomáticas. Apesar disso, o texto não fala explicitamente em sanções.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.