Sudão promete a Powell combater milícias árabes

O governo do Sudão prometeu ao secretário americano de Estado, Colin Powell, que combaterá as milícias árabes que estão saqueando e matando na remota região de Darfur. "Nós vamos combater as milícias Janjaweed e garantir a proteção dos civis", declarou o chanceler Mustafa Osman Ismail durante uma entrevista coletiva em Cartum, ao lado de Powell. "Também trabalharemos para levantar todas as restrições à ajuda humanitária", acrescentou.Powell e o secretário-geral da ONU, Kofi Annan, realizaram hoje uma visita ao Sudão para pressionar o governo a encerrar o conflito de 16 meses que deixou mais de 30 mil mortos e levou mais de 1 milhão de pessoas a deixarem suas casas.O secretário de Estado expressou ao governo sudanês "a preocupação dos EUA" pela situação em Darfur e na entrevista coletiva realizada ao término da viagem oficial, Powell recorreu à linguagem diplomática para advertir que serão tomadas medidas mais contundentes se o conflito não for solucionado. Durante sua breve visita ao Sudão, Powell viajou a Darfur, cenário do que está sendo considerada a pior crise humanitária do planeta.O secretário-geral da ONU apresentou a possibilidade de enviar forças internacionais ao Sudão se o governo sudanês não puder garantir a segurança de seus cidadãos. Com suas visitas, Annan e Powell esperam atrair a atenção internacional para esta crise e evitar que ela seja ignorada como a de Ruanda, onde ocorreu o maior genocídio da década passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.