Suécia detém suposto espião

A polícia sueca deteve um suposto espião que trabalhava para o grupo industrial helvécio-sueco Asea Brown Boveri Ltd. (ABB), informaram diretores da empresa. As autoridades informaram que não revelarão a nacionalidade do suspeito, mas um jornal sueco informou tratar-se de um homem que trabalhava para a Rússia. De acordo com a agência da polícia de segurança da Suécia, a pessoa foi detida ontem (19) e será acusada de praticar "espionagem grave", o que prevê pena de prisão perpétua. "Devido à situação das investigações, nenhum detalhe será liberado", afirmou o promotor Tomas Lindstrand.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.