Suécia deu asilo a mais de cinco mil sírios

O número de sírios que buscaram asilo na Suécia aumentou em mais de doze vezes em 2012, em comparação a 2011, o que torna o país escandinavo o principal destino europeu para os sírios que fogem da guerra civil que atinge a Síria, mostraram as estatísticas. Números do Escritório de Imigração da Suécia indicam que 7.800 sírios buscaram refúgio na Suécia durante os últimos doze meses, em comparação a 640 em 2011. O Escritório informou que 5 mil sírios obtiveram asilo em 2012.

AE, Agência Estado

03 de janeiro de 2013 | 14h32

"A Suécia confirmou sua posição como principal destino para os sírios que procuram asilo na Europa", disse o Escritório. O país escandinavo de nove milhões de habitantes é conhecido por seu eficiente sistema de bem-estar social, alta qualidade de vida e leis humanas de imigração. A Suécia tem sido percebida como um santuário para as pessoas que fogem de regiões e países deflagrados por guerras e perseguições políticas.

Na quarta-feira, o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) informou que o número de refugiados sírios registrados se aproximou de meio milhão. A grande maioria vive em condições difíceis na Turquia, Líbano, Jordânia e Iraque.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.