Suécia e Bahrein confirmam primeiras mortes por gripe

A Suécia informou hoje a primeira morte por gripe suína no país. "Nós recebemos o resultados do exame que confirmou que um homem na casa dos 30 anos morreu na última sexta-feira por causa da gripe A H1N1", informou o hospital Akademiska, localizada ao norte de Estocolmo. O Bahrein também relatou sua primeira morte pela doença. Meios de comunicação locais informaram que uma mulher de mais de 30 anos deu entrada na urgência de um hospital com febre, mas não respondeu ao tratamento, informaram jornais do país asiático. Mais de 200 casos da doença já foram registrados no Bahrein.

AE-AP, Agencia Estado

31 de agosto de 2009 | 18h46

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou na semana passada que pelo menos 209.438 pessoas em todo o mundo foram infectadas pela gripe suína e que pelo menos 2.185 morreram em consequência da doença. Os números reais são muito maiores, já que os países não estão mais relatando casos individuais. Com informações da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
OMSSuéciaBahreingripe suínamorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.