Suecos aceitam revelar transmissor de HIV após críticas

Uma agência de saúde sueca enfrentou fortes críticas hoje, após revelar que se recusou a ajudar a polícia a localizar pessoas que propositalmente transmitiram o vírus HIV para outras. Funcionários do Instituto Sueco para Controle de Doenças afirmaram ao jornal Dagens Medicin que se negaram a cooperar porque discordam da legislação que criminaliza a difusão indiscriminada do vírus da aids. Porém, após as críticas, a agência aceitou cooperar com a polícia sueca.A agência foi criticada por promotores, policiais e funcionários do governo, sob acusação de ter se colocado acima da lei. Jan Albert, um especialista do órgão, afirmou que a ameaça de prisão atrapalhava os esforços de prevenção. O motivo, segundo ele, é que algumas pessoas que suspeitam da doença não fazem testes, por medo de processos. No entanto, ele afirmou que a decisão foi repensada e a cooperação com a polícia será retomada.Fonte: Financial Times

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.